“Lula já é maior do que Getúlio Vargas”, diz Florestan Fernandes

“Ele é o único capaz de vencer Bolsonaro no primeiro turno”, afirmou o jornalista à TV 247. "Ele foi um governante que pensou no Brasil, que investiu na inclusão social, que reduziu a fome a zero, que fez distribuição de renda. Isso está na memória das pessoas", acrescentou

Jornalista Florestan Fernandes Jr.
Jornalista Florestan Fernandes Jr. (Foto: Ederson Casartelli)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Florestan Fernandes Jr., em entrevista à TV 247 neste domingo (7), afirmou que o ex-presidente Lula já é "o maior líder político da história do Brasil", inclusive maior que o ex-presidente Getúlio Vargas. Para Florestan, Lula foi um governante que conseguiu feitos que marcaram a memória da população.

"O Lula é um cara que tem o que dizer. É, sem dúvida nenhuma, o maior líder político da história do Brasil, maior que o Getúlio Vargas. Foi preso, ficou mais de 500 dias preso, não aceitou tornozeleira, disse que era inocente e não se tem provas até agora de que ele cometeu algum crime. Ao contrário dos filhos do [Jair] Bolsonaro, que estão todos na política, que estão todos em esquema juntos com milícias e com rachadinhas nos parlamentos, que nunca trabalharam, foram eleitos em cima da onda do pai, que compram mansão de R$ 6 milhões, que compram loja de chocolate, que fazem negociatas em dinheiro, a família do Lula não tem ninguém na política. Ele poderia ter eleito toda a família dele se quisesse, todos poderiam ser deputados, senadores se quisessem, mas está lá o Lula em um apartamento que ele tem há mais de 30 anos", afirmou.

Segundo o jornalista, o ex-presidente é a única pessoa no país capaz de derrotar Jair Bolsonaro na eleição presidencial de 2022 já no primeiro turno. De acordo com o Ipec (Inteligência em Pesquisa e Consultoria), novo instituto de pesquisas da estatística Márcia Cavallari (ex-Ibope), 50% dos entrevistados disseram que votariam com certeza ou poderiam votar em Lula na próxima eleição. Florestan ainda afirmou que Lula é fundamental para a democracia brasileira. "Não estou aqui para defender o Lula não. Estou aqui para dizer que ele foi um governante que pensou no Brasil, que investiu na inclusão social, que reduziu a fome a zero, que fez distribuição de renda. Isso está na memória das pessoas. Você pode tirar ele de cena, mas é quase um DNA, não dá para tirar. As pessoas que viveram a época do Lula viram. Eu acho que ele tem, se quisesse e a Justiça fosse feita, todas as condições de ser eleito. É o único em condições de vencer o Bolsonaro no primeiro turno. O Lula é peça fundamental para a preservação da democracia no Brasil. Sem o Lula não tem acordo".

Ditadura ou faroeste

O jornalista também foi perguntado sobre a possibilidade de Bolsonaro implantar uma ditadura no país. Apesar de reconhecer que um regime ditatorial é sim o projeto bolsonarista, Florestan se disse mais preocupado com as medidas tomadas pelo governo federal que armam cada vez mais certos setores da população. "O meu temor maior não é a ditadura não. É ele armar a população e a gente viver cenas de faroeste nas ruas do país. O projeto dele é tomar o poder através das armas, e por isso que ele está armando setores ruralistas, a milícia. Ele tem um projeto sim de se tornar um ditador de extrema direita no Brasil. Esse aí é o projeto do grupo dele, e certamente isso passa lá pelo [Donald[ Trump, pelo [Steve] Bannon".

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email