Marcelo Auler: determinação do Comitê da ONU é saia justa para PGR

Jornalista lembra que a procuradora-geral da República, já na função atual, "em novembro do ano passado esteve na 120ª Sessão Ordinária da Corte Interamericana de Direitos Humanos, realizada na Costa Rica", onde "foi clara e taxativa com relação aos tratados e acordos internacionais"; confira trechos de sua fala

Marcelo Auler: determinação do Comitê da ONU é saia justa para PGR
Marcelo Auler: determinação do Comitê da ONU é saia justa para PGR (Foto: Antonio Augusto / PGR)

Por Marcelo Auler - A determinação ("request") do Comitê de Direitos Humanos da ONU para que o Brasil respeite o direito político do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de participar das próximas eleições criou uma saia justa para o Ministério Público Federal (MPF). Em especial para a atual procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Ela, já na função atual, em novembro do ano passado esteve na 120ª Sessão Ordinária da Corte Interamericana de Direitos Humanos, realizada na Costa Rica.

Ali, após defender que "o Brasil cumpra, em suas relações internacionais, o princípio da prevalência dos direitos humanos" e afirmar que o país deve apoiar a criação de um Tribunal Internacional de Direitos Humanos, foi clara e taxativa com relação aos tratados e acordos internacionais.

Leia a íntegra em seu blog.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247