Marona: viramos ditadura e não há mais direito à isenção

"A presidenta eleita pelo povo derrubada por uma trama fraudulenta do Congresso, comandada por ladrões, sob o silêncio covarde do Judiciário. Ativistas dos direitos humanos assassinados e agredidos no campo e nas cidades. Um governo ilegítimo faz o oposto do que o povo pediu nas urnas, leva o país a regredir décadas, e não há Congresso ou STF capaz de frear os retrocessos", diz o jornalista Mario Marona; "O maior líder político do país na iminência de ser preso e impedido de disputar uma eleição. Acabou o direito à isenção"

"A presidenta eleita pelo povo derrubada por uma trama fraudulenta do Congresso, comandada por ladrões, sob o silêncio covarde do Judiciário. Ativistas dos direitos humanos assassinados e agredidos no campo e nas cidades. Um governo ilegítimo faz o oposto do que o povo pediu nas urnas, leva o país a regredir décadas, e não há Congresso ou STF capaz de frear os retrocessos", diz o jornalista Mario Marona; "O maior líder político do país na iminência de ser preso e impedido de disputar uma eleição. Acabou o direito à isenção"
"A presidenta eleita pelo povo derrubada por uma trama fraudulenta do Congresso, comandada por ladrões, sob o silêncio covarde do Judiciário. Ativistas dos direitos humanos assassinados e agredidos no campo e nas cidades. Um governo ilegítimo faz o oposto do que o povo pediu nas urnas, leva o país a regredir décadas, e não há Congresso ou STF capaz de frear os retrocessos", diz o jornalista Mario Marona; "O maior líder político do país na iminência de ser preso e impedido de disputar uma eleição. Acabou o direito à isenção" (Foto: Leonardo Lucena)

Por Mario Marona, em seu Facebook

A presidenta eleita pelo povo derrubada por uma trama fraudulenta do Congresso, comandada por ladrões, sob o silêncio covarde do Judiciário.

DITADURA.

Moradores de favelas fotografados e humilhados por militares.

DITADURA.

Casas nas favelas invadidas pela polícia sem autorização legal.

DITADURA.

Ativistas dos direitos humanos assassinados e agredidos no campo e nas cidades.

DITADURA.

Manifestantes e grevistas espancados pela polícia.

DITADURA.

Um governo ilegítimo faz o oposto do que o povo pediu nas urnas, leva o país a regredir décadas, e não há Congresso ou STF capaz de frear os retrocessos.

DITADURA.

Um presidente sem voto age apenas para manter-se longe dos tribunais e conta com a cumplicidade dos que comandam o Judiciário.

DITADURA.

O maior líder político do país na iminência de ser preso e impedido de disputar uma eleição.

DITADURA.

Acabou o direito à isenção. Contra as ditaduras, em quaisquer de suas manifestações, só existe um lado respeitável, honesto e legítimo: o lado da oposição.

Em defesa de uma frente ampla progressista.

ABAIXO A DITADURA!

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247