Mello Franco: Bolsonaro beneficiou o 'homo bolsonarus' ao conceder o perdão a Daniel Silveira

“A condenação do deputado brucutu sugere que as instituições começaram a reagir aos ataques dos extremistas, mas ainda é cedo para celebrar a extinção da espécie", diz o jornalista

www.brasil247.com - Daniel Silveira (PSL)
Daniel Silveira (PSL) (Foto: Reila Maria/Câmara dos Deputados)


247 - O jornalista Bernardo Mello Franco diz, em sua coluna no jornal O Globo, que ao conceder a graça institucional ao deputado federal bolsonarista Daniel Silveira (PTB-RJ), perdoando a pena de 8,9 anos de prisão imposta pelo Supremo Tribunal Federal (STF) contra o parlamentar por ataques contra a democracia e às instituições, Jair Bolsonaro beneficiou “uma versão anabolizada da espécie que o cientista político Renato Lessa batizou de homo bolsonarus”.

“A condenação do deputado brucutu sugere que as instituições começaram, finalmente, a reagir aos ataques dos extremistas. O caso pode marcar o início do declínio do homo bolsonarus, mas ainda é cedo para celebrar a extinção da espécie. No ensaio publicado em 2020, Lessa alertou que o fenômeno deve sobreviver a uma eventual derrota do capitão. ‘Em alguma medida, ele permanecerá entre nós’”, finaliza Mello Franco. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email