Movimentos acionam TSE contra recomendações de vídeos pró-Bolsonaro no YouTube

Ação foi aberta pelos movimentos Sleeping Giants e Intervozes, a partir de levantamento do NetLab, da UFRJ

Fachada do TSE e Jair Bolsonaro

247 - Os movimentos Sleeping Giants e Intervozes acionaram o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para solicitar que o YouTube reveja as recomendações automáticas de vídeos oferecidos aos usuários nas eleições sob o argumento de favorecimento à campanha de reeleição de Jair Bolsonaro (PL). 

De acordo com a coluna do jornalista Lauro Jardim, de O Globo, “a petição, protocolada no último dia 17, é baseada num levantamento do NetLab, da UFRJ. Os dados, revelados por Patricia Campos Mello na ‘Folha de S.Paulo’, indicam que conteúdos bolsonaristas foram sugeridos em 14 de 18 ‘visitas-teste’ ao Youtube”. O ministro do TSE Ricardo  Lewandowski foi sorteado para ser o relator do caso na Corte. 

Ainda segundo a reportagem, os movimentos também solicitam que os  vídeos de teor político não possam ser configurados para reprodução automática, sem que o usuário dê comando para que o material seja iniciado. 

CONTINUA DEPOIS DAS RECOMENDAÇÕES

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.