Mozilla prepara sistema operacional mobile em HTML 5

Novo projeto da Fundao foi batizado de Boot to Gecko e deve priorizar o Brasil como mercado consumidor; queremos libertar a web nos smartphones, exaltou o CEO Gary Kovacs

Mozilla prepara sistema operacional mobile em HTML 5
Mozilla prepara sistema operacional mobile em HTML 5 (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Lucas Reginato _247 – O CEO da Mozilla Foundation, Gary Kovacs, apresentou nesta quinta-feira 19, em evento realizado em São Paulo, o ambicioso projeto no qual sua equipe trabalha – o “Boot to Gecko” (B2G), sistema operacional que pretende fornecer aos usuários uma nova experiência de conectividade mobile baseada em HTML 5. “Hoje as pessoas têm que escolher onde querem viver sua vida online – no iOS, no Android ou no Windows Phone. Nós queremos acabar com isso criando um sistema único e totalmente aberto", explicou Kovacs.

As vantagens deste projeto seriam diversas, mas teria como destaque a liberdade do usuário diante do conteúdo. O seu funcionamento seria como a de um browser com interface amigável às pequenas telas portáteis e também compatível às funcionalidades de um telefone – ligar, mandar SMS, tirar foto, etc.

Os desafios para implementar um plano tão grandioso não são poucos. A começar pela consolidação de Apple e Google nesse nicho, principalmente com o aumento na venda de smartphones recentemente. Kovacs, no entanto, acredita que, pelo contrário, a Mozilla está trabalhando como pioneira levando a abertura de dados para o mercado móvel assim como fez, há dez anos, com os navegadores, lançando o Firefox.

Uma das grandes funcionalidades do B2G seria a facilidade de programação, já que a linguagem de HTML é universal. Para desenvolver aplicativos para a App Store e a Android, os desenvolvedores tem alguns percalços como necessidade de softwares especializados e custo de disponibilização nas lojas virtuais.

O CEO revelou que sua Fundação já dialoga com fabricantes de hardware para disponibilizar o mais cedo possível a novidade aos usuários. A intenção é que estes aparelhos sejam leves o suficiente para custarem um preço até menor do que o pago pelos smartphones atualmente, e eles devem começar a se consolidar entre o fim deste ano e o começo do próximo. Mais ainda, Kovacs adianta que o Brasil deve ser o primeiro mercado para o novo B2G.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email