Ninguém investe num país onde o presidente dá bananas a jornalistas, diz Eliane Cantanhêde

A jornalista também critica o circo montado por Jair Bolsonaro num momento de grave crise econômica

(Foto: Reprodução | Alan Santos/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A jornalista Eliane Cantanhêde, que fez campanha permanente contra a ex-presidente Dilma Rousseff para ajudar a promover o golpe de estado de 2016, agora lamenta que Jair Bolsonaro – a consequência do golpe – tenha transformado o Brasil num circo grotesco.

"Como investir num país onde o presidente, para fugir de falar do PIB, traz em carro oficial um comediante para jogar bananas em repórteres? Eles estão ali para ouvi-lo (ao presidente, não ao comediante) e informar a população. E, não satisfeito com cenas grotescas, o presidente também age colocando em risco o aquecimento da economia, logo, a retomada dos tão desesperadamente necessários empregos", diz ela.

Pois é, Eliane.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247