No Twitter, Juninho Pernambucano pede que 'bolsominions' deixem de segui-lo

Ex-jogador e atualmente comentarista esportivo, Juninho Pernambucano usou o Twitter para criticar os defensores das ideias de extrema direita do deputado federal e pré-candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSC-RJ); "Não sabia que bolsominions me seguiam. Por favor não me sigam. Não quero quantidade de seguidores e sim qualidade humana e caráter deles!", disse

Ex-jogador e atualmente comentarista esportivo, Juninho Pernambucano usou o Twitter para criticar os defensores das ideias de extrema direita do deputado federal e pré-candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSC-RJ); "Não sabia que bolsominions me seguiam. Por favor não me sigam. Não quero quantidade de seguidores e sim qualidade humana e caráter deles!", disse
Ex-jogador e atualmente comentarista esportivo, Juninho Pernambucano usou o Twitter para criticar os defensores das ideias de extrema direita do deputado federal e pré-candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSC-RJ); "Não sabia que bolsominions me seguiam. Por favor não me sigam. Não quero quantidade de seguidores e sim qualidade humana e caráter deles!", disse (Foto: Paulo Emílio)

247 - O ex-jogador e atualmente comentarista esportivo Juninho Pernambucano usou o Twitter para criticar os defensores das ideias de extrema direita do deputado federal e pré-candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSC-RJ). "Não sabia que bolsominions me seguiam. Por favor não me sigam. Não quero quantidade de seguidores e sim qualidade humana e caráter deles!", disse o jogador em sua conta no Twitter.

"Só pra esclarecer, to tuitando sem sono 33 mil pés. Assumo tudo que disse e peço, vaza bolsominions. Te respeito fora de meu Twitter!Apenas", completou em seguida em uma resposta a um seguidor que o chamou de "preconceituoso".

A reação de Juninho pernambucano vem na esteira de uma outra polêmica acontecida há cerca de uma semana. Na ocasião, também pelo Twitter, o ex-jogador criticou os "Hater brasileiro- jovens adultos, brabinhos na rede, xingam pesado mas moram com papai e mamãe e não pagam uma conta! O mundo os espera!". "Retrato dos esquerdistas da Zona Sul do Rio", respondeu um internauta. "Tá em casa com mamãe né", rebateu Juninho.

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247