Nota da Lava Jato diz barbaridades, mas não contesta influência de Moro, diz Reinaldo

Jornalista diz que força-tarefa aguardou 24 horas para divulgar uma nota em que afirma que a procuradora Laura Tessler continua na Lava Jato, fato que Reinaldo Azevedo também já havia dito, e não que tenha sido afastada da audiência com Lula a pedido de Moro

(Foto: Reprodução/vídeo)

247 - O jornalista Reinaldo Azevedo respondeu uma nota divulgada pela força-tarefa da Lava Jato 24 horas depois de ele ter noticiado, em parceria com o site The Intercept, novos vazamentos que trazem à tona diálogos que comprovam que a procuradora Laura Tessler foi afastada de uma audiência com o ex-presidente Lula após ter sido criticada pelo então juiz Sergio Moro.

"Não é que a Lava Jato resolveu, com 24 horas de atraso, emitir uma nota contestando a informação de que a procuradora Laura Tessler tivesse sido afastada de uma audiência com Lula depois de ter sido criticada por Moro? A nota da Lava Jato me ofende, diz uma porção de barbaridades, mas não cotesta a informação", diz Reinaldo Azevedo.

Segundo ele, a nota "limita-se a dizer que ela continua na Lava Jato, mas isso eu também já havia dito. Estão contestando aquilo que não afirmei. E claro, ao fazê-lo, com a agressividade costumeira, que é o que essa gente sabe fazer", completa. Ouça  o áudio de seu comentário:

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247