O Globo ou O Corvo?

Manchete do jornal de João Roberto Marinho dá conta de uma explosão do calote na economia brasileira: a inadimplência passou de 7,8%, em novembro, para 7,9% em dezembro; noticiar com estardalhaço uma alta de 0,1 ponto ou 1,28% é falta de assunto ou significa ser "do contra"?

O Globo ou O Corvo?
O Globo ou O Corvo?
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A manchete deste sábado do jornal O Globo impressiona. "Juros caem, mas o calote só aumenta". Subtítulo: "Inadimplência do brasileiro subiu em dezembro, contrariando previsão do governo". Presume-se, pela chamada, que o Brasil vive um ciclo inédito de atrasos nos pagamentos dos empréstimos.

Internamente, a informação:

"A inadimplência das famílias brasileiras resiste. Encerrou 2012 em alta, na contramão das previsões do governo de que cederia por causa dos juros em queda e do aumento da renda e do emprego. O nível de atrasos acima de 90 dias nas contas das pessoas fisicas subiu de 7,8% em novembro para 7,9% em dezembro, patamar em que permaneceu praticamente todo o segundo semestre".

Ou seja: uma alta de 0,1 ponto ou de 1,28% motivou uma manchete alarmista do jornal O Globo, de João Roberto Marinho. Isso é ou não ser do contra? Ontem, a queixa dizia respeito à queda na abertura de postos de trabalho – em vez de 1,9 milhão, registrados em 2011, foram 1,3 milhão, em 2012.

Ainda que alguns bancos privados não estejam dispostos a expandir o crédito e estejam usando seus instrumentos de pressão, a imprensa brasileira, definitivamente, parece ter embarcado numa estratégia suicida.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247