O “migué” de Meirelles. Arrecadou-se menos e gastou-se mais

Jornalista Fernando Brito, do Tijolaço, destaca reportagem do Valor Econômico, que apontou o "pulo do gato" usado pela equipe do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para "mostrar serviço" no anúncio do rombo recorde do Tesouro Nacional; "Anunciaram que as despesas do governo caíram, em termos reais, 1,2%", o que "não é verdade"

Jornalista Fernando Brito, do Tijolaço, destaca reportagem do Valor Econômico, que apontou o "pulo do gato" usado pela equipe do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para "mostrar serviço" no anúncio do rombo recorde do Tesouro Nacional; "Anunciaram que as despesas do governo caíram, em termos reais, 1,2%", o que "não é verdade"
Jornalista Fernando Brito, do Tijolaço, destaca reportagem do Valor Econômico, que apontou o "pulo do gato" usado pela equipe do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para "mostrar serviço" no anúncio do rombo recorde do Tesouro Nacional; "Anunciaram que as despesas do governo caíram, em termos reais, 1,2%", o que "não é verdade" (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email