‘Quem defende corrupto como presidente não pode fingir preocupação sobre corrupção’

Jornalista norte-americano Glenn Greenwald, que ficou conhecido após ter revelado ao mundo a espionagem em massa do governo dos Estados Unidos, com base em documentos de Edward Snowden, afirmou pelo Twitter, a respeito do vice Michel Temer, que "quem está tentando instalar um político corrupto como presidente não pode fingir preocupação sobre corrupção (nem democracia)"

Glenn Greenwald
Glenn Greenwald (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O jornalista norte-americano Glenn Greenwald, que ficou conhecido após ter revelado ao mundo a espionagem em massa do governo dos Estados Unidos, com base em documentos de Edward Snowden, publicou no Twitter, a respeito do vice-presidente, Michel Temer:

"Quem está tentando instalar um político corrupto como presidente não pode fingir preocupação sobre corrupção (nem democracia)".

Greenwald tem feito posicionamentos contrários ao impeachment da presidente Dilma Rousseff no Brasil e críticas à mídia golpista do País.

Neste domingo, ele postou uma foto do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), com a seguinte frase: "Quando você preside a remoção do presidente do seu país enquanto está sentado sobre milhões em subornos em bancos suíços".

Mais cedo, escreveu: "A pessoa que preside o impeachment de Dilma foi encontrado com dezenas de milhões de dólares em contas em bancos suíços secretos, que ele erroneamente negou".

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247