Reinaldo Azevedo sobe o tom: "às armas, cidadãos! Comece-se por convocar o general Augusto Heleno"

O jornalista Reinaldo Azevedo afirma que não há 342 deputados para aprovar o impeachment de Bolsonaro. Mas, segundo ele, é possível acumular forças: "às armas, cidadãos! Comece-se por convocar o general Augusto Heleno"

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Reinaldo Azevedo afirma que não há 342 deputados para aprovar o impeachment de Bolsonaro. Mas, segundo ele, é possível acumular forças: "às armas, cidadãos! Comece-se por convocar o general Augusto Heleno"

Em sua coluna no jonral Folha de S. Paulo, ele ainda diz: "as lideranças da Câmara e do Senado comprometidas com a institucionalidade têm de ficar atentas ao comportamento de figuras exóticas que hoje integram as suas fileiras. Aqueles que, em nome da liberdade e da imunidade, marcharem contra as próprias Casas que os obrigam têm de ser denunciados ao Conselho de Ética por quebra do decoro e cassados."

Azevedo ainda destaca: "já escrevi centenas de vezes, desde quando o PT no poder parecia mais eterno do que o bacalhau que pesa sobre os ombros do rapaz do rótulo da Emulsão Scott: o regime em que tudo pode é a tirania — ao menos para o tirano e seus amigos. A democracia conta com leis, normas, códigos de conduta. Os que se organizam para fraudar as regras têm de ser expulsos do jogo."

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247