Réu em ação ambiental, Chitãozinho será garoto-propaganda de Bolsonaro e agronegócio

Réu em uma ação ambiental do Ministério Público de Goiás (MP-GO) por desmatamento ilegal, Chitãozinho, da dupla sertaneja com Xororó, será embaixador do programa "Juntos Pelo Araguaia", que nasceu de uma parceria entre os governadores Ronaldo Caiado (DEM-GO) e Mauro Mendes (DEM-MT) e foi abraçado pelo Ministério do Meio Ambiente de Jair Bolsonaro

Réu em ação ambiental, Chitãozinho será garoto-propaganda de Bolsonaro e agronegócio
Réu em ação ambiental, Chitãozinho será garoto-propaganda de Bolsonaro e agronegócio (Foto: Divulgação/Governo de Goiás)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Réu em uma ação ambiental do Ministério Público de Goiás (MP-GO) por desmatamento ilegal, Chitãozinho, da dupla sertaneja com Xororó, será embaixador do programa "Juntos Pelo Araguaia", que nasceu de uma parceria entre os governadores Ronaldo Caiado (DEM-GO) e Mauro Mendes (DEM-MT) e foi abraçado pelo Ministério do Meio Ambiente de Jair Bolsonaro.

"Chitãozinho foi escolhido, entre outros motivos, por ter se comprometido a reflorestar área de 58 hectares desmatados de sua fazenda. A mensagem: agronegócio e meio ambiente podem andar juntos", informa O Estado de S. Paulo.

"Uma inspeção realizada no ano de 2014 pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), hoje a Semad, na propriedade do artista, identificou a existência de 'degradação ambiental de vegetação nativa sem a autorização do órgão ambiental competente, numa área de 15 hectares na reserva legal'. Vale enfatizar que a Fazenda Galopeira faz parte da bacia do Rio Araguaia. Chitãozinho ficou obrigado a fazer, no prazo de 60 dias, um Plano de Recuperação da Área Degradada (PRAD)", contou o Portal Dia Online.

O lançamento será em 5 de junho, Dia Internacional do Meio Ambiente, entre os municípios de Aragarças (GO) e Barra do Garças (MT), e está prevista a participação de Jair Bolsonaro. Chitãozinho não receberá cachê.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247