Ricardo Miranda: Olavo inventa, com Bannon, a Desquartelada. Ou Olavada

Ao lembrar das críticas feitas por Steve Bannon ao vice-presidente, general Mourão, o jornalista Ricardo Miranda observa que Olavo de Carvalho, homenageado em um jantar nos EUA com a equipe do governo Jair Bolsonaro, "está inventando a Desquartelada, ou a Olavada. Tomar o poder no voto com os militares e depois espaná-los e abrir espaço para a direita civil"

Ricardo Miranda: Olavo inventa, com Bannon, a Desquartelada. Ou Olavada
Ricardo Miranda: Olavo inventa, com Bannon, a Desquartelada. Ou Olavada (Foto: Alan Santos/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Ao lembrar das críticas feitas por Steve Bannon ao vice-presidente do Brasil, general Hamilton Mourão, o jornalista Ricardo Miranda observa que Olavo de Carvalho, homenageado em um jantar nos Estados Unidos com a equipe do governo Jair Bolsonaro, "está inventando a Desquartelada, ou a Olavada. Tomar o poder no voto com os militares e depois espaná-los e abrir espaço para a direita civil"

"Após se sentar ao lado do presidente brasileiro no tal jantar, que ocorreu, por sinal, na residência oficial do embaixador do Brasil em Washington, Bannon conversou por telefone com a BBC News Brasil e afirmou que há uma 'clara preocupação' entre os apoiadores de Bolsonaro sobre a influência do vice no governo", lembra Miranda, em seu blog.

Sobre a declaração do deputado federal Eduardo Bolsonaro, que humilhou os brasileiros que estão em situação ilegal nos Estados Unidos - uma "vergonha" para o Brasil, disse ele - Miranda rebate: "Eu, pessoalmente, tenho vergonha de Eduardo Bolsonaro". Leia aqui a íntegra da coluna.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247