Safatle: Brasil assistiu a mais um capítulo da regressão política

"Essas pessoas que estão a vociferar por mais um golpe de Estado não estão 'expressando uma opinião'. Clamar por golpe militar não é uma opinião. É um crime, o pior de todos os crimes em uma democracia. Quem quer a causa quer os efeitos. Quem pede por golpe militar está a gritar por assassinato, tortura, ocultação de cadáver, censura, estupro, terrorismo de Estado"; para Vladimir Safatle, a invasão da Câmara por manifestantes pedindo intervenção militar mostra, agora sem disfarces, um doloroso capítulo na regressão política em que o país está imerso

Brasília- DF- Brasil- 16/11/2016- Manifestantes invadem o plenário da Câmara dos Deputados. Foto: Lucio Bernardo Jr./ Câmara dos Deputados
Brasília- DF- Brasil- 16/11/2016- Manifestantes invadem o plenário da Câmara dos Deputados. Foto: Lucio Bernardo Jr./ Câmara dos Deputados (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Para o colunista Vladimir Safatle, a invasão da Câmara dos Deputados por manifestantes pedindo uma intervenção militar no Brasil mostra, agora sem disfarces, um doloroso capítulo na regressão política em que o país está imerso. "Um espetáculo de degradação desse nível não é gestado do dia para a noite. Esse é o preço pago pelo Brasil ser um país incapaz de encarar seu passado ditatorial, prender torturadores, exigir das forças armadas um mea-culpa pelo golpe contra a democracia, retirar o nome de membros da ditadura de suas praças e estradas, ensinar a seus jovens o desprezo por "intervenções militares".

"A lei da história é implacável. Quem não elabora o passado será sempre assombrado por ele. Que algo dessa natureza ocorresse era só uma questão de tempo. O Brasil acreditou poder apresentar ao mundo uma conciliação sem trauma e sem "revanchismo".

Tudo o que conseguiu foi conservar todos os atores políticos envolvidos na ditadura no centro do poder, normalizando-os. Tudo o que conseguiu foi dar ao mundo a imagem de um país incapaz de acertar as contas com seus fantasmas do passado. A Comissão da Verdade, instaurada décadas depois do fim da ditadura, teve seu trabalho legado ao esquecimento.

Não nos enganemos. Essas pessoas que estão a vociferar por mais um golpe de Estado não estão "expressando uma opinião". Clamar por golpe militar não é uma opinião. É um crime, o pior de todos os crimes em uma democracia. Quem quer a causa quer os efeitos. Quem pede por golpe militar está a gritar por assassinato, tortura, ocultação de cadáver, censura, estupro, terrorismo de Estado.

Em qualquer democracia mais ou menos consolidada no mundo, o lugar dessas pessoas seria na cadeia, por sedição e incitação a crime.

Por isso, se ainda houver um mínimo de consciência de perigo neste país, o Congresso deve ser pressionado a aprovar uma lei que tipifique manifestação pública por golpe como crime contra a democracia passível de prisão. Essas pessoas não devem ser convencidas de sua posição equivocada, pois elas nunca serão convencidas de tanto."

A íntegra da coluna está disponível aqui.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247