Safatle mostra “a receita para destruir um país”

Filósofo afirma que, das três formas de destruir um país, depois da guerra e de catástrofes naturais, "a terceira, a mais segura e certa de todas, é entregando seu país para economistas liberais amigos de operadores do sistema financeiro"; é o que vem fazendo o atual governo, diz ele: "Enquanto tentam salvar a própria pele, terceirizaram o Brasil para gestores da catástrofe"

Filósofo afirma que, das três formas de destruir um país, depois da guerra e de catástrofes naturais, "a terceira, a mais segura e certa de todas, é entregando seu país para economistas liberais amigos de operadores do sistema financeiro"; é o que vem fazendo o atual governo, diz ele: "Enquanto tentam salvar a própria pele, terceirizaram o Brasil para gestores da catástrofe"
Filósofo afirma que, das três formas de destruir um país, depois da guerra e de catástrofes naturais, "a terceira, a mais segura e certa de todas, é entregando seu país para economistas liberais amigos de operadores do sistema financeiro"; é o que vem fazendo o atual governo, diz ele: "Enquanto tentam salvar a própria pele, terceirizaram o Brasil para gestores da catástrofe" (Foto: Gisele Federicce)

247 – O filósofo Vladmir Safatle afirma em sua coluna da Folha nesta sexta-feira 17 que, das três formas de destruir um país, depois da guerra e de catástrofes naturais, "a terceira, a mais segura e certa de todas, é entregando seu país para economistas liberais amigos de operadores do sistema financeiro".

"Em todos os países onde eles aplicaram suas receitas de 'austeridade', a recompensa foi a pobreza, a desigualdade e a precarização", avalia. Ele lembra que, "no Brasil, não faltou economista a eleger, meses atrás, o Espírito Santo como um modelo de ajuste econômico e responsabilidade fiscal".

Após citar medidas como a reforma da Previdência e a limitação de gastos sociais, ele afirma que é o que vem fazendo o governo Temer: "Enquanto tentam salvar a própria pele, terceirizaram o Brasil para gestores da catástrofe". "Enquanto isso, uma parcela da população aplaude tudo, já que acredita ficar imune à degradação econômica nacional", lamenta.

Leia aqui a íntegra.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247