Tijolaço: tucano no STF, tucano na PGR, no lugar de Janot?

Jornalista Fernando Brito critica a articulação do senador Aécio Neves (PSDB) para emplacar José Bonifácio Borges de Andrada como substituto de Rodrigo Janot na Procuradoria-Geral da República; Bonifácio é filho de tucano (o ex-deputado Bonifácio de Andrada, do PSDB de Minas), e auxiliar de tucanos ilustres: FHC, na advocacia-geral da União – substituindo Gilmar Mendes – e Aécio Neves, quando este era governador de Minas Gerais; "Se Rodrigo Janot achar que não tem condições de ficar em primeiro lugar na eleição para a lista tríplice – o que deixaria mais difícil para Michel Temer "espaná-lo", as chances de Bonifácio crescem", afirma

Jornalista Fernando Brito critica a articulação do senador Aécio Neves (PSDB) para emplacar José Bonifácio Borges de Andrada como substituto de Rodrigo Janot na Procuradoria-Geral da República; Bonifácio é filho de tucano (o ex-deputado Bonifácio de Andrada, do PSDB de Minas), e auxiliar de tucanos ilustres: FHC, na advocacia-geral da União – substituindo Gilmar Mendes – e Aécio Neves, quando este era governador de Minas Gerais; "Se Rodrigo Janot achar que não tem condições de ficar em primeiro lugar na eleição para a lista tríplice – o que deixaria mais difícil para Michel Temer "espaná-lo", as chances de Bonifácio crescem", afirma
Jornalista Fernando Brito critica a articulação do senador Aécio Neves (PSDB) para emplacar José Bonifácio Borges de Andrada como substituto de Rodrigo Janot na Procuradoria-Geral da República; Bonifácio é filho de tucano (o ex-deputado Bonifácio de Andrada, do PSDB de Minas), e auxiliar de tucanos ilustres: FHC, na advocacia-geral da União – substituindo Gilmar Mendes – e Aécio Neves, quando este era governador de Minas Gerais; "Se Rodrigo Janot achar que não tem condições de ficar em primeiro lugar na eleição para a lista tríplice – o que deixaria mais difícil para Michel Temer "espaná-lo", as chances de Bonifácio crescem", afirma (Foto: Aquiles Lins)

Por Fernando Brito, do Tijolaço - A repórter Maira Magro, do Valor, conta que, “depois de emplacar a indicação de Alexandre de Moraes para o Supremo Tribunal Federal (STF), o PSDB pode ter um nome à frente a Procuradoria-Geral da República”  ao informar que José Bonifácio Borges de Andrada, atual vice de Rodrigo Janot, seria a escolha preferida de Michel Temer para o lugar do ex-“Esperança do Brasil”.

Desde setembro, quando Janot elevou-o a seu principal auxiliar, havia essa suspeita, mas muitos achavam que era apenas um sinal de boa-vontade para com Temer. Agora, ao que parece, a criatura quer o posto do criador.

Bonifácio é filho de tucano (o ex-deputado Bonifácio de Andrada, do PSDB de Minas), e auxiliar de tucanos ilustres: Fernando Henrique, na advocacia-geral da União – substituindo Gilmar Mendes – e Aécio Neves, quando este  era governador de Minas Gerais.

Segundo a repórter, foi colocado por Janot como vice-procurador geral para “fazer uma ponte com o meio político”, que é péssimo sinal, tanto para um quanto para outro.

Se Rodrigo Janot achar que não tem condições de ficar em primeiro lugar na eleição para a lista tríplice – o que deixaria mais difícil para Michel Temer “espaná-lo”, as chances de Bonifácio crescem.

Fora daí, é bom esquecer. Ele não tem lenha suficiente para disputar a fogueira de vaidades que se tornou o Ministério Público Federal.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247