Toledo: dizer que o novo está chegando é um oximoro do PMDB

Colunista José Roberto de Toledo ironiza a “equipe de governo de Temer” que prega que “o Novo Está Chegando”; “A turma do PMDB nunca morreu. Ao contrário. Está encastelada na Esplanada desde o fim da ditadura militar”; “dizer que o novo está chegando quando se refere a mais um governo peemedebista é um oximoro, a prototípica volta dos que não foram”; ele cita Moreira Franco e Romero Jucá 

Colunista José Roberto de Toledo ironiza a “equipe de governo de Temer” que prega que “o Novo Está Chegando”; “A turma do PMDB nunca morreu. Ao contrário. Está encastelada na Esplanada desde o fim da ditadura militar”; “dizer que o novo está chegando quando se refere a mais um governo peemedebista é um oximoro, a prototípica volta dos que não foram”; ele cita Moreira Franco e Romero Jucá 
Colunista José Roberto de Toledo ironiza a “equipe de governo de Temer” que prega que “o Novo Está Chegando”; “A turma do PMDB nunca morreu. Ao contrário. Está encastelada na Esplanada desde o fim da ditadura militar”; “dizer que o novo está chegando quando se refere a mais um governo peemedebista é um oximoro, a prototípica volta dos que não foram”; ele cita Moreira Franco e Romero Jucá  (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O colunista José Roberto de Toledo ironiza a “equipe de governo de Temer” que prega que “o Novo Está Chegando”. “A turma do PMDB nunca morreu. Ao contrário. Está encastelada na Esplanada desde o fim da ditadura militar”, afirma ele.

“Dizer que o novo está chegando quando se refere a mais um governo peemedebista é um oximoro, a prototípica volta dos que não foram”. Ele cita Moreira Franco: “Diretor da Caixa sob Lula, foi duas vezes ministro de Dilma: da Secretaria de Assuntos Estratégicos e da Avião Civil. Demitido no segundo mandato, passou a visitar com frequência o gabinete de Temer até impregná-lo com as ideias que agora tomam posse”.

E Romero Jucá: “Liderou os governistas de FHC, Lula e Dilma. Teve passagem relâmpago pelo Ministério da Previdência de Lula, de onde saiu por imprevidência. Deve voltar agora para um superministério do Planejamento - se Temer confirmar, e o STF e a Operação Zelotes permitirem” (leia aqui).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247