Vândalos de homenagem a Marielle são do partido de Bolsonaro, denuncia Lindbergh

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) reforça o fato escandaloso em seu Twitter de que os vândalos que destruíram a homenagem feita à vereadora assassinada Marielle Franco são do PSL, partido de Jair Bolsonaro; Lindberg chama a atenção para o fato de que Rodrigo Amorim, um dos vândalos, foi candidato a vice-prefeito na chapa de Flávio bolsonaro em 2016 e ainda que o crime de execução da vereadora não foi solucionado até hoje, quase 7 meses depois

Vândalos de homenagem a Marielle são do partido de Bolsonaro, denuncia Lindbergh
Vândalos de homenagem a Marielle são do partido de Bolsonaro, denuncia Lindbergh (Foto: Mídia Ninja)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) reforça o fato escandaloso em seu Twitter de que os vândalos que destruíram a homenagem feita à vereadora assassinada Marielle Franco são do PSL, partido de Jair Bolsonaro. Lindbergh chama a atenção para o fato de que Rodrigo Amorim, um dos vândalos, foi candidato a vice-prefeito na chapa de Flávio bolsonaro em 2016 e ainda que o crime de execução da vereadora não foi solucionado até hoje, quase 7 meses depois.

Confira o tuíte de Lindbergh Farias: 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247