Veja ataca Lula agora com suposta delação de Corrêa

Edição da revista Veja desta semana investe novamente em sua pauta preferida: atacar o ex-presidente Lula; desta vez, o semanário da Editora Abril traz reportagem de capa contando suposto conteúdo da delação premiada do ex-deputado federal Pedro Corrêa (PP-PE) aos procuradores da Operação Lava Jato; reportagem põe na boca do ex-líder do PP na Câmara que a indicação de Paulo Roberto Costa para a diretoria de Abastecimento da Petrobras teria sido decidida pelo ex-presidente, com o intuito de arrecadar dinheiro em contratos da estatal; "Paulinho não era uma invenção da cúpula do PP, mas uma criação coletiva tirada do papel graças ao empenho do presidente da República", afirma. Crédito foto: Vagner Leal do Rosário

Edição da revista Veja desta semana investe novamente em sua pauta preferida: atacar o ex-presidente Lula; desta vez, o semanário da Editora Abril traz reportagem de capa contando suposto conteúdo da delação premiada do ex-deputado federal Pedro Corrêa (PP-PE) aos procuradores da Operação Lava Jato; reportagem põe na boca do ex-líder do PP na Câmara que a indicação de Paulo Roberto Costa para a diretoria de Abastecimento da Petrobras teria sido decidida pelo ex-presidente, com o intuito de arrecadar dinheiro em contratos da estatal; "Paulinho não era uma invenção da cúpula do PP, mas uma criação coletiva tirada do papel graças ao empenho do presidente da República", afirma. Crédito foto: Vagner Leal do Rosário
Edição da revista Veja desta semana investe novamente em sua pauta preferida: atacar o ex-presidente Lula; desta vez, o semanário da Editora Abril traz reportagem de capa contando suposto conteúdo da delação premiada do ex-deputado federal Pedro Corrêa (PP-PE) aos procuradores da Operação Lava Jato; reportagem põe na boca do ex-líder do PP na Câmara que a indicação de Paulo Roberto Costa para a diretoria de Abastecimento da Petrobras teria sido decidida pelo ex-presidente, com o intuito de arrecadar dinheiro em contratos da estatal; "Paulinho não era uma invenção da cúpula do PP, mas uma criação coletiva tirada do papel graças ao empenho do presidente da República", afirma. Crédito foto: Vagner Leal do Rosário (Foto: Aline Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Edição da revista Veja desta semana investe em sua pauta preferida: atacar o ex-presidente Lula. Desta vez, o semanário da Editora Abril traz reportagem de capa contando suposto conteúdo da delação premiada que o ex-deputado federal Pedro Corrêa (PP-PE) negocia com o Ministério Público Federal, no âmbito da Operação Lava Jato.  

Como fez em diversas ocasiões anteriores, como na delação do empresário Ricardo Pessoa, da UTC, Veja "advinha", ao seu critério, o que Pedro Corrêa, preso desde abril, disse à PF. "Nas conversas preliminares, Corrêa contou, por exemplo, que o petrolão nasceu numa reunião realizada no Planalto, com a participação dele, de Lula, de integrantes da cúpula do PP e dos petistas José Dirceu e José Eduardo Dutra", diz trecho da reportagem assinada por Robson Bonin. 

Revista põe ainda na boca de Pedro Corrêa, ex-líder do PP na Câmara, que a indicação de Paulo Roberto Costa para a diretoria de Abastecimento da Petrobras teria sido decidida pelo ex-presidente com o intuito de arrecadar dinheiro em contratos da estatal. "Paulinho não era uma invenção da cúpula do PP, mas uma criação coletiva tirada do papel graças ao empenho do presidente da República", afirma. 

Leia aqui parte da reportagem. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247