Veja sugere aos leitores que deem pontapé em Dilma

Ao promover sua capa "Vai sobrar para ela?" desta semana no Facebook, sobre o que acontecerá com a presidente Dilma Rousseff após a Copa, os marqueteiros de Veja perguntam: "Alguém arrisca um chute?"; a metáfora foi compreendida pelos leitores da revista; Daiany Bitencourt, por exemplo, responde: "eu queria arriscar um chute na cara dela!"; é assim que a revista manipula os instintos primitivos do seu público; embora todos os presidenciáveis tenham torcido pela seleção e divulgado imagens a respeito disso, Veja trabalha para que os 7 a 1 sofridos contra a Alemanha sejam debitados na conta de Dilma

www.brasil247.com - Veja sugere aos leitores que deem pontapé em Dilma
Veja sugere aos leitores que deem pontapé em Dilma


247 - "Vai sobrar para ela?", pergunta a capa de Veja desta semana, como se o resultado de uma partida de futebol (a derrota de 7 a 1 para a Alemanha no Mineirão) tivesse algo a ver com eleições presidenciais.
 
Antes da derrota fatídica no Mineirão, todos os presidenciáveis divulgaram imagens torcendo para a seleção brasileira. Dilma, por exemplo, usou o Twitter para imitar uma brincadeira do craque Neymar, conhecida como "É tóisss". O tucano Aécio Neves vestiu a camisa da seleção, ao lado da esposa Letícia, assim que nasceram seus filhos gêmeos, que também ganharam uniformes da equipe. E Eduardo Campos distribuiu imagens de uma partida que assistiu ao lado do craque Romário, que é filiado ao PSB.
 
É do jogo. Políticos, desde que o mundo é mundo, torcem para suas seleções. Estranho seria se torcessem para equipes adversárias.
 
No entanto, mais do que qualquer outra publicação, Veja politiza a Copa do Mundo. Primeiro, previu caos aéreo e que os estádios ficariam prontos apenas em 2038, para que a raiva da sociedade fosse dirigida ao PT. Agora, diante do sucesso da organização do Mundial, tenta debitar na conta de Dilma o fracasso de uma equipe de futebol mal preparada para a semifinal contra a Alemanha.
 
O descaramento de Veja, no entanto, vai além. Ao promover sua capa desta semana no Facebook, a publicação sugere que leitores deem pontapés em Dilma, ao perguntar "Alguém arrisca um chute?" sobre o que acontecerá com Dilma no pós-Copa (confira aqui). A primeira resposta, da leitora Daiany Albuquerque, é emblemática: "eu queria arriscar um chute na cara dela" - um sinal de que a sutileza de Veja foi bem compreendida por seus leitores.
 
Na reportagem interna, a revista da Editora Abril, que enfrenta grave crise financeira e transfere títulos para a Editora Caras (leia mais aqui), também propõe que os adversários de Dilma apelem para a xenofobia, caso a Argentina de Messi supere a Alemanha na final da Copa. "Dilma, que tinha a esperança de entregar o troféu do hexa à seleção brasileira, corre o risco de ter de passá-lo às mãos dos argentinos, nossos maiores rivais no futebol, em pleno Maracanã. Uma imagem que, para azar da presidente, vale mais do que mil palavras em qualquer propaganda eleitoral."

Quanta estupidez!

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email