Apesar da perseguição política, Cristina lidera corrida presidencial na Argentina

Faltando sete meses para a realização da eleição presidencial na Argentina, a ex-presidente Cristina Kirchner lidera a corrida eleitoral contra o atual presidente Mauricio Macri, candidato à reeleição;  Cristina, que vem sendo alvo de perseguição política, lidera com 37,% contra 32,4% de seu adversário

Apesar da perseguição política, Cristina lidera corrida presidencial na Argentina
Apesar da perseguição política, Cristina lidera corrida presidencial na Argentina (Foto: Adrian Escandar)

247 - Faltando sete meses para a realização da eleição presidencial na Argentina, a ex-presidente Cristina Kirchner lidera a corrida eleitoral contra o atual presidente Mauricio Macri, candidato à reeleição. Cristina, que vem sendo alvo de perseguição política, lidera com 37,% contra 32,4% de seu adversário , segundo pesquisa realizada pela consultoria RTD, encomendada pelo jornal El Economista.

Ainda segundo o estudo, no caso de um eventual segundo turno, em novembro, a diferença de votos entre eles ficaria entre 2 e quatro pontos percentuais, dentro da margem de erro de quatro pontos. O alto índice de indecisos, em torno de 18%, porém, deixa este cenário incerto.

Macri, cuja gestão possui 30% de aprovação, vem sendo responsabilizado pelo mau desempenho da economia e pela adoção de medidas que impactaram diretamente à população mais pobre. Já Cristina é alvo de uma série de acusações de corrupção, o que coloca a sua taxa de rejeição em torno de 40%.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247