Após França criticar ações turcas no Mediterrâneo, Erdogan adverte Macron: 'Não se meta com Turquia'

"Não se meta com a nação turca, com a Turquia", afirmou o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan

Recep Tayyp Erdogan, presidente da Turquia
Recep Tayyp Erdogan, presidente da Turquia (Foto: Russia Today)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, advertiu no sábado (12) o seu homólogo francês Emmanuel Macron para que "não se meta" com Ancara após críticas da França sobre as atividades turcas no Mediterrâneo.

"Não se meta com a nação turca, com a Turquia", afirmou Erdogan durante um discurso televisionado.

"Você terá muito mais problemas comigo", acrescentou Erdogan respondendo a Macron que disse ter um problema com o presidente turco, cita agência AP.

Nesta sexta-feira (11), antes da cúpula dos sete países mediterrânicos da UE (EuroMed7), o líder francês afirmou que a Europa deve ser "clara e firme, não com a Turquia como nação e como povo, mas com o governo do presidente Erdogan, que empreendeu ações inaceitáveis".

A França e a Turquia, ambas membros da OTAN, têm estado em conflito relativamente à situação no Mediterrâneo oriental, devido à tensão entre a Grécia e a Turquia quanto à prospecção de gás e petróleo.

Por sua vez, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, expressou também a sua "profunda preocupação" com as operações da Turquia no Mediterrâneo oriental.

No começo de agosto, Ancara informou que o seu navio Oruc Reis havia iniciado a prospecção no mar Mediterrâneo, em uma área que a Grécia considera sua Zona Econômica Exclusiva. O país europeu colocou suas Forças Armadas em alerta máximo.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247