Após sanções da UE, Venezuela expulsa embaixador espanhol

Venezuela declarou o embaixador espanhol "persona non grata", dias depois que a União Europeia (UE) impôs sanções contra autoridades graduadas do governo socialista; ministro de Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, afirmou que a medida foi causada por "contínuas agressões e repetidas interferências nas questões internas do nosso país pelo governo espanhol"

Ministro das Relações Exteriores da venezuela, Jorge Arreaza
Ministro das Relações Exteriores da venezuela, Jorge Arreaza (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - A Venezuela disse nesta quinta-feira que declarou o embaixador espanhol "persona non grata", dias depois que a União Europeia (UE) impôs sanções contra autoridades graduadas do governo socialista.

O ministro de Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, afirmou que a medida foi causada por "contínuas agressões e repetidas interferências nas questões internas do nosso país pelo governo espanhol".

Reportagem de Andrew Cawthorne

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247