Após testes norte-coreanos, Trump ameaça 'tomar todas as medidas' para proteger os EUA

Washington "tomará todas as medidas necessárias para garantir a segurança da pátria e proteger nossos aliados na Ásia", disse o presidente dos EUA, Donald Trump, em um comunicado nesta noite de sexta-feira (28); a declaração aconteceu após novos testes balísticos da Coreia do Norte

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante evento na Casa Branca, em Washington 24/07/2017 REUTERS/Joshua Roberts
Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante evento na Casa Branca, em Washington 24/07/2017 REUTERS/Joshua Roberts (Foto: Charles Nisz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputinik Brasil - O presidente norte-americano, Donald Trump, condenou o teste balístico mais recente de Pyongyang. O evento "é apenas a última ação imprudente e perigosa do regime norte-coreano", acrescentou o comunicado.

"O lançamento de teste da Coreia do Norte de outro míssil balístico intercontinental — o segundo em menos de um mês — é apenas a última ação imprudente e perigosa", de acordo com a Casa Branca.

O texto continua avaliando que Washington "rejeita a afirmação do regime de que esses testes — e essas armas — asseguram a segurança da Coreia do Norte. Na realidade, eles têm o efeito oposto".

"Ao ameaçar o mundo, essas armas e testes ainda isolam a Coreia do Norte, enfraquecem sua economia e privam seu povo", acrescentou o gabinete de Trump.

A Coreia do Sul e os EUA testaram um míssil balístico há algumas horas, em um show de força contra Pyongyang. O teste reforçou que os aliados "poderiam conduzir um ataque preciso à liderança inimiga", nas palavras dos próprios Chefes de Estado-Maior sul-coreano e estadunidense por meio de comunicado.

O teste de mísseis balísticos da Coreia do Norte percorreu 1.000 quilômetros antes de cair no Mar do Japão (também conhecido como Mar do Leste)

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247