Argentina inicia cobrança de imposto sobre grandes fortunas

Argentina iniciou, nesta sexta-feira (29), a cobrança do imposto extraordinário sobre grandes fortunas.Estimativa é que o tributo alcance 12 mil contribuintes por meio de uma alíquota progressiva e gere uma receita de US$ 3 bilhões

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Argentina iniciou, nesta sexta-feira (29), a cobrança do imposto extraordinário sobre grandes fortunas. A legislação foi aprovada em meados de dezembro do ano passado e estabelece o pagamento por meio de uma contribuição única e progressiva das pessoas com patrimônio acima de 200 milhões de pesos [cerca de R$ 11 milhões].  

Os recursos obtidos com o imposto serão aplicados no enfrentamento à pandemia da Covid-19, além de integrar os gastos com o pagamento de uma ajuda social emergencial e no combate à pobreza, entre outros programas.  

A expecetativa é que o imposto alcance 12 mil contribuintes por meio de uma alíquota progressiva de até 3,5% sobre os bens declarados na Argentina e de até 5,25% sobre os que estiverem fora do país. Atualmente, 40,9% da população de 44 milhões de pessoas vive abaixo da linha da pobreza. A estimativa é que a tributação gere uma receita de US$ 3 bilhões [cerca de R$ 16 bilhões].

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email