Atentado em NY foi causado por problema particular

Por fim, o que parecia um atentado terrorista foi motivado pelo desapontamento de Jeffrey Johnson, que demitido no ano passado de uma empresa, matou seu ex-colega de trabalho e permitiu que outras nove pessoas ficassem feridas

Atentado em NY foi causado por problema particular
Atentado em NY foi causado por problema particular (Foto: Guillermo Ratzlaff/Reuters)

247 – Por fim, o que de início pareceu ser um atentado terrorista, provocando o temor a milhares de americanos – especialmente novaiorquinos – era na verdade um problema particular. Jeffrey Johnson, o autor do tiroteio ocorrido próximo ao Empire State na manhã desta sexta-feira, foi demitido no ano passado de uma loja de acessórios femininos e estava desapontado, informaram autoridades de Nova York.

O homem de 53 anos tinha perdido o seu emprego na Hazan Import Corp, disse o comissário de polícia da cidade de Nova York, Raymond Kelly, em uma entrevista coletiva realizada perto do local do crime, no centro de Manhattan. A outra vítima fatal da tragédia – além dele mesmo, que foi morto pela polícia – era um ex-colega de trabalho, identificado como Steven Ercolino, de 41 anos.

Johnson tinha uma ordem de restrição contra o ex-colega. Ele não podia se aproximar de Ercolino por já tê-lo agredido antes, quando trabalhavam juntos. O tiroteio deixou outras nove pessoas feridas – duas mulheres e sete homens. Nenhum deles corre o risco de morrer.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247