Atriz pornô diz ter sido ameaçada por causa de relação com Trump

A atriz pornográfica conhecida como Stormy Daniels, que alega ter tido um caso com o presidente americano Donald Trump, disse que foi ameaçada quando decidiu falar sobre o “affair”; em entrevista ao programa “60 Minutes”, da rede CBS, ela disse ainda que se sentiu coagida a assinar um acordo em que dizia não ter tido contato com o atual presidente

Atriz pornô diz ter sido ameaçada por causa de relação com Trump
Atriz pornô diz ter sido ameaçada por causa de relação com Trump
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em entrevista ao programa “60 Minutes”, da rede CBS, a atriz pornográfica conhecida como Stormy Daniels que alega ter tido um caso com o presidente americano Donald Trump, disse que foi ameaçada quando decidiu falar sobre o “affair”.

Ela afirmou que um indivíduo se aproximou dela e de sua filha quando estavam a caminho de uma academia de ginástica, em Las Vegas: “Um homem veio até mim e disse para deixar Trump em paz. Pediu que me esquecesse daquela história”.

Clifford relatou que o homem em questão disse que a filha dela era uma menina linda e que seria lastimável que algo acontecesse à mãe.

“Ele nunca me pediu para guardar segredo sobre isso [a relação]”, disse ela, lembrando que conversava com ele no viva-voz quando estava com amigos, inclusive sobre uma prometida "ponta" dela no reality show "O Aprendiz", à época comandado pelo empresário. “Não sou cega. Pensei que tudo isso era algo ligado a negócios.”

Em outubro de 2016, 11 dias antes das eleições presidenciais dos EUA, ela assinou um acordo com a campanha de Trump para ficar em silêncio sobre o episódio.

A atriz disse ainda na entrevista que se sentiu coagida a assinar um acordo em que dizia não ter tido contato com o atual presidente.

As informações são de reportagem de Silas Martí na Folha de S.Paulo.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247