Biden alerta militares sobre "risco" de supremacia chinesa até 2030

"Xi acredita firmemente que a China, antes dos anos 2030, 2035, vai ter a América nas mãos, porque as autocracias podem tomar decisões rápidas", afirmou

www.brasil247.com - Joe Biden e Xi Jinping
Joe Biden e Xi Jinping (Foto: REUTERS)


Sputnik - O presidente dos EUA, Joe Biden, disse às Forças Armadas do país, nesta sexta-feira (28), que o líder chinês Xi Jinping está convencido de que a China terá mais poder que os norte-americanos ​​nos próximos dez a 15 anos.

Na instalação militar Joint Base Langley–Eustis, em Hampton, na Virgínia, ele afirmou que os Estados Unidos estão em "uma batalha entre democracias e autocracias", ressaltando ter passado mais tempo com Xi "do que qualquer líder mundial". Segundo ele, foram 24 horas de reuniões privadas com o presidente chinês.

"Ele acredita firmemente que a China, antes dos anos 2030, 2035, vai ter a América nas mãos, porque as autocracias podem tomar decisões rápidas", disse Biden. Em seguida, o presidente garantiu ao público que "a América é única".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na manhã desta sexta-feira (28), o governo Biden propôs um plano de orçamento federal para o ano fiscal de 2022.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo a proposta, aproximadamente US$ 1,9 trilhão (cerca de R$ 9,93 trilhões) será para combater a "influência" iraniana, chinesa e russa na maior parte da Europa e da Eurásia, com um forte foco no Oriente Médio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email