Bolsonaro ameaça prestígio internacional do Brasil, dizem diplomatas

Diplomatas brasileiros avaliam que a política externa errática adotada pelo governo Jair Bolsonaro, em função de seu alinhamento automático com os interesses dos EUA, bem como o retrocesso econômico e social resultante da guinada à extrema-direita, pode levar o Brasil a perder prestígio internacional e deixar o país de fora de negociações diplomáticas

Bolsonaro ameaça prestígio internacional do Brasil, dizem diplomatas
Bolsonaro ameaça prestígio internacional do Brasil, dizem diplomatas (Foto: Valter Campanato/Ag. Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Diplomatas brasileiros avaliam que a política externa errática adotada pelo governo Jair Bolsonaro, em função de seu alinhamento automático com os interesses dos EUA, bem como o retrocesso econômico e social resultante da guinada à extrema-direita, pode levar o Brasil a perder prestígio internacional e deixar o país de fora de negociações diplomáticas internacionais. A análise é de diplomatas brasileiros ouvidos pela BBC News Brasil e que atuam em países da Europa, África e Oriente Médio.

"Segundo eles, o que está em jogo é o chamado "soft power", termo dado à influência de um país em decisões internacionais por meio de sua capacidade de persuasão, sem uso de coerção, poder econômico ou militar", diz a reportagem da BBC. "A imagem brasileira, afirmam, vem sendo gradativamente alterada a partir de mudanças internas e externas, com a ruptura da política Sul-Sul (voltada a países emergentes) que marcou as gestões petistas e um realinhamento ideológico agora centrado na aproximação com os EUA", ressalta o texto.

"Segundo o professor Marco Vieira, diretor de pesquisa do Departamento de Ciência Política e Relações Internacionais da Universidade de Birmingham (Reino Unido), ao longo das últimas décadas o Brasil conseguiu propagar junto à comunidade internacional uma imagem de país preocupado com o meio ambiente, pacifista, não intervencionista, capaz de dialogar com atores diversos e defensor de órgãos multilaterais como a Organização das Nações Unidas (ONU)", diz a reportagem.

Esta características possibilitaram que o Brasil tivesse posição de destaque junto aos organismos internacionais, além de resultar em vantagens econômicas em negociações comerciais com as grandes potências, mas "as novas atitudes do Brasil em política externa e questões sociais vêm causando em foros internacionais estranhamento e dúvidas entre diplomatas estrangeiros", observa a reportagem da BBC.

Leia a íntegra da reportagem.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247