Bolsonaro ficará 4 dias em davos, um recorde

Empresários e executivos que frequentam o Fórum Econômico Mundial, em Davos, para onde o presidente Jair Bolsonaro viaja no próximo domingo (20), estranharam a longa estadia programada do ex-capitão; a comitiva brasileira - a maior dos últimos anos - ficará em Davos por 4 dias; em geral, presidentes passam apenas um dia na cidade alpina

Bolsonaro ficará 4 dias em davos, um recorde
Bolsonaro ficará 4 dias em davos, um recorde (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Empresários e executivos que frequentam o Fórum Econômico Mundial, em Davos, para onde o presidente Jair Bolsonaro viaja no próximo domingo (20), estranharam a longa estadia programada do ex-capitão. A comitiva brasileira - a maior dos últimos anos - ficará em Davos por 4 dias. Em geral, presidentes passam apenas um dia na cidade alpina. 

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que "enquanto presidentes, Dilma Rousseff e Michel Temer passaram só o dia em Davos. Chefes de Estado da estatura de Donald Trump, Angela Merkel e Emmanuel Macron, em geral, dormem no máximo uma noite nos Alpes. Os três, aliás, nem irão neste ano."

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247