Brasil é o novo centro do 'trumpismo' no mundo, diz Maduro

"Trump agora se foi. Agora o centro do trumpismo no mundo é o Brasil, é Jair Bolsonaro. Eu o vejo [Bolsonaro] e o escuto todos os dias. Ele está pior, mais agressivo, contra a imprensa, contra o povo, mais ameaçador, mas irascível, negacionista", disse o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

Nicolás Maduro e Jair Bolsonaro
Nicolás Maduro e Jair Bolsonaro (Foto: © EPA/Miguel Gutierrez/Agência Lusa | ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - O presidente venezuelano criticou a postura de Jair Bolsonaro, afirmando que o chefe de Estado brasileiro está mais agressivo, e disse que, contra a COVID-19, é preciso colocar as diferenças ideológicas de lado.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou que, com a saída de Donald Trump da Casa Branca, o Brasil é o novo centro do "trumpismo" no mundo. Para o líder venezuelano, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, está mais "agressivo" e "ameaçador" com a imprensa e a população.

"Trump agora se foi. Agora o centro do trumpismo no mundo é o Brasil, é Jair Bolsonaro. Eu o vejo [Bolsonaro] e o escuto todos os dias. Ele está pior, mais agressivo, contra a imprensa, contra o povo, mais ameaçador, mas irascível, negacionista", afirmou Maduro em entrevista ao portal Opera Mundi, exibida nesta segunda-feira (1º).

O mandatário também falou sobre o envio de oxigênio da Venezuela ao estado brasileiro do Amazonas, que sofreu com a falta de respiradores para tratar pacientes diagnosticados com a COVID-19. Para Maduro, era uma obrigação ajudar.

"É preciso pôr essas coisas ideológicas de lado, essa luta ideológica entre o Trump do Brasil, Jair Bolsonaro, e nós, a esquerda. No momento, temos que colocar o ser humano no centro, salvar a vida do ser humano", disse.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email