BRICs marcam reunião no G20 e excluem o Brasil de Bolsonaro


Sputinik – O presidente chinês, Xi Jinping, se reunirá em formato trilateral com seu colega russo, Vladimir Putin, e o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, durante a próxima cúpula do G20 em Osaka, informou o vice-ministro chinês de Relações Exteriores, Zhang Jun.

"O presidente Xi Jinping, durante a cúpula do G20, vai participar de uma reunião dos líderes no formato trilateral Rússia-Índia-China", disse o diplomata durante uma entrevista coletiva.

Zhang Jun não especificou a data da reunião. Por outro lado, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Lu Kang, informou que o líder chinês permanecerá no Japão entre os dias 27 e 29 de junho.

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, também estará presente durante a reunião do G20 e, mais cedo, afirmou pretender realizar uma série de reuniões bilaterais. Segundo o político, ele e o presidente da Argentina, Mauricio Macri, tentarão realizar uma reunião conjunta com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Também lê:

Fernández faz o oposto de Bolsonaro e aumenta os custos para demissão sem justa causa

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, editou decreto de necessidade e urgência, determinando que trabalhadores demitidos...

Relator da ONU acusa Brasil de desmantelar instituições e controles ambientais

Baskut Tuncak, relator da ONU, afirmou nesta sexta-feira que o Brasil está “desmantelando” as instituições, já enfraquecidas, que...

EUA anunciam exercícios militares no Paraguai, na fronteira com o Brasil

"O presidente Trump anunciou que os EUA oferecerão dois eventos de treinamento conjunto de forças combinadas em 2020 e 2021, e o...

Corbyn diz que renunciará após pior resultado de trabalhistas em eleições desde 1935

“Não liderarei o partido em nenhuma futura campanha eleitoral”, disse Corbyn em seu distrito eleitoral, após a derrota acachapante...

China comprará US$ 32 bi adicionais em produtos agrícolas dos EUA por 2 anos

Como parte do acordo firmado com Washington, a China concordou em comprar 32 bilhões de dólares a mais em produtos agrícolas norte-americanos,...