China concede "Prêmio da Paz" a Fidel Castro

Um grupo de intelectuais chineses concedeu a Fidel Castro o "Prêmio da Paz", uma distinção alternativa ao Nobel, pelos esforços do ex-presidente cubano para resolver crises internacionais

Fidel Castro makes a surprise appearance at the 6th Communist Party Congress in Havana, Cuba, Tuesday April 19, 2011. Cuba's President Raul Castro was named first secretary of Cuba's Communist Party on Tuesday, with Fidel not included in the leadership fo
Fidel Castro makes a surprise appearance at the 6th Communist Party Congress in Havana, Cuba, Tuesday April 19, 2011. Cuba's President Raul Castro was named first secretary of Cuba's Communist Party on Tuesday, with Fidel not included in the leadership fo (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da Agência Lusa

Um grupo de intelectuais chineses concedeu a Fidel Castro o "Prêmio da Paz", uma distinção alternativa ao Nobel, pelos esforços do ex-presidente cubano para resolver crises internacionais.

"Castro, quando esteve no poder, não recorreu à força ou à violência para resolver as crises e os conflitos de âmbito internacional, em particular com os Estados Unidos", disse Liu Zhiqin, um dos organizadores do "Prêmio da Paz Confúcio".

O pai da revolução cubana, que deixou o poder em 2008, "tem trabalhado de forma incansável para se reunir com dirigentes e organizações estrangeiras e dedicou-se à causa da eliminação das armas nucleares", acrescentou.

Para a edição de 2014 do Prêmio Confúcio, Fidel Castro foi escolhido juntamente com a presidenta sul-coreana, Park Geun-Hye, o secretário-geral da Organização das Nações Unidas, Ban Ki-moon, e a Organização de Cooperação de Xangai.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247