China desmente envio de militares à Venezuela

A China desmentiu nesta quarta-feira (3) as informações sobre a suposta presença de seus militares na Venezuela para assessorar o presidente Nicolás Maduro; o país asiático reitera a postura de não ingerência nos assuntos internos de outros países

China desmente envio de militares à Venezuela
China desmente envio de militares à Venezuela

Prensa Latina - A China desmentiu nesta quarta-feira (3) as informações sobre a suposta presença de seus militares na Venezuela para assessorar o presidente Nicolás Maduro; o país asiático reitera a postura de não ingerência nos assuntos internos de outros países.

Geng Shuang, porta-voz do ministério das Relações Exteriores, assegurou que são notícias falsas e seu governo promove a busca de saída pacífica e do dialogo para à situação do país sul-americano.

'A posição da China sobre a Venezuela sempre foi clara, apoiamos com firmeza as leis e normas básicas das relações internacionais e nos opomos à interferência estrangeira nas questões internas de outras nações', afirmou.

Desde o surgimento das tensões na Venezuela em meados de janeiro passado, a China defendeu as relações bilaterais e manifestou seu firme apoio aos esforços do presidente Nicolás Maduro para salvaguardar a soberania nacional, a independência e a estabilidade de seu território, mas sem intromissão alguma.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247