China e Rússia farão manobras militares conjuntas

Os militares chineses participarão dos exercícios estratégicos Kavkaz (Cáucaso) 2020, que serão realizados na região de Astrakhan, no sul da Rússia, entre os dias 21 e 26 de setembro, segundo informou o Ministério da Defesa chinês em um comunicado

Ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu
Ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - O ministro da Defesa russo, o general do Exército Sergei Shoigu, disse que contingentes de nove países estrangeiros devem participar dos exercícios estratégicos , sendo um deles a China e acrescentou que outros nove países enviariam observadores militares.

"Em linha com os acordos alcançados entre a Rússia e a China, as Forças Armadas chinesas enviarão pessoal para a região de Astrakhan na Rússia para participar dos exercícios estratégicos Kavkaz 2020, a serem realizados de 21 a 26 de setembro", disse o Ministério da Defesa da China em comunicado publicado em seu site.

Armênia, Bielorrússia, Irã, Mianmar, Paquistão e outros países também participarão dos exercícios. O Ministério chinês disse ainda que os exercícios "não são dirigidos contra terceiros e não têm relação com a situação na região".

"Neste momento importante, quando o mundo inteiro está lutando contra a epidemia, a participação da China nos exercícios visa desenvolver ainda mais as relações sino-russas de parceria abrangente e interação estratégica em uma nova era, aprofundar a cooperação prática dos exércitos dos dois países no treinamento militar, aumentar a capacidade das forças multinacionais de responder conjuntamente às ameaças à segurança e manter a paz e a estabilidade regionais", afirmou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email