China responde a 24 ‘acusações absurdas’ dos EUA sobre o coronavírus

O Ministério das Relações Exteriores da China publicou neste sábado (9) um artigo de 30 páginas, no qual reitera e amplia suas declarações, feitas durante a última semana, para rejeitar acusações dos Estados Unidos, em particular do secretário de Estado, Mike Pompeo, de que a China havia retido informações sobre a covid-19 e que o coronavírus supostamente se originou de um laboratório em Wuhan

China refuta acusações dos EUA sobre o coronavírus
China refuta acusações dos EUA sobre o coronavírus (Foto: AP/Russia Today)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O artigo  da Chancelaria chinesa faz uma longa refutação do que o país asiático considera as  24 "acusações absurdas" feitas por alguns políticos norte-americanos importantes sobre o tratamento da China do surto do novo coronavírus. 

O prefácio do documento contém uma referência às famosas palavras do ex-presidente dos Estados Unidos, Abraham Lincoln. "Como Lincoln disse, você pode enganar alguém o tempo todo e enganar todo mundo, mas não pode enganar todo mundo o tempo todo", diz o texto. 

Segundo o artigo, todas as evidências mostram que o coronavírus não foi criado pelo homem e que o Instituto de Virologia de Wuhan não foi capaz de sintetizar o novo vírus.

A China também divulgou um cronograma mostrando que o país tem fornecido informações à comunidade internacional de maneira "adequada, aberta e transparente", apesar de os  EUA afirmarem o contrário. 

A Chancelaria insiste em que o covid-19 não deve ser chamado de "vírus chinês" ou "vírus de Wuhan", conforme sugerido pelo governo Trump, uma vez que a Organização Mundial da Saúde indicou que o nome de um vírus não deve ser específico do país, informa Russia Today.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247