Complexo de vira-latas: Itamaraty quer isentar estadunidenses de visto de entrada

O ministro das relações Exteriores, Ernesto Araújo, sinaliza a intensificação da subserviência aos EUA com algumas medidas anunciadas, incluindo visitas de Bolsonaro à Casa Branca e a isenção unilateral do visto para os cidadãos estadunidenses; além disso, Araújo parece se preocupar com questões estéticas e irá mudar a capa atual do passaporte, com o logo do Mercosul, para o brasão da República

Complexo de vira-latas: Itamaraty quer isentar estadunidenses de visto de entrada
Complexo de vira-latas: Itamaraty quer isentar estadunidenses de visto de entrada

247 - O ministro das relações Exteriores, Ernesto Araújo, sinaliza a intensificação da subserviência aos EUA com algumas medidas anunciadas, incluindo visitas de Bolsonaro à Casa Branca e a isenção unilateral do visto para os estadunidenses e canadenses. 

Segundo informa a coluna de Lauro Jardim, A lista do Itamaraty, por exemplo, é composta por seis itens: visitas oficiais de Jair Bolsonaro aos EUA (para assinar acordos nas áreas de segurança, defesa e tecnologia) e a Israel (parcerias no setor tecnológicos, mas nada de transferência de embaixada); revisão do Mercosul; volta do passaporte ao modelo antigo, com o brasão da República na capa, em vez do símbolo do Mercosul; e, finalmente, a isenção unilateral do visto para os americanos e canadenses. 

Para além da submissão ao imperialismo, Araújo também gosta de explanar a respeito do País vizinho, a Venezuela, e sinaliza que os ataques à nação comandada por Nicolás Maduro serão intensas. "Finalmente há esperança de democracia na Venezuela. O Brasil, sob o comando do Presidente Bolsonaro, está trabalhando incansavelmente para influenciar a dinâmica da região em favor da liberdade", escreveu Araújo em seu Twitter.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247