Cônsul-geral de Cuba no Brasil diz que brigadas de solidariedade serão retomadas em maio

"As brigadas de solidariedade serão retomadas por sua importância e pelos laços de amizade gerados entre nossos povos", disse Pedro Monzón

www.brasil247.com -
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O Cônsul Geral de Cuba no Brasil, Pedro Monzón, afirmou que as as brigadas de solidariedade, que levaram dezenas de brasileiros para a ilha,  deverão ser retomadas em maio deste ano. “As brigadas de solidariedade serão retomadas por sua importância e pelos laços de amizade gerados entre nossos povos. O plano é retomá-las no próximo mês de maio”, disse Monzón em entrevista a Stur Silva, do blog Solidários a Cuba

Cuba e Brasil estão com relações diplomáticas rebaixadas desde o golpe de 2016 contra a presidente Dilma Rousseff. A situação, porém, se deteriorou ainda mais em função da atual política externa do governo Jair Bolsonaro. 

“As relações entre Cuba e Brasil se deterioraram nos últimos anos. Atacaram os médicos cubanos no mais alto nível político no Brasil, o que provocou o fim da nossa ajuda a este país amigo no setor da saúde pública, que era muito importante. O Brasil eliminou injustificadamente os créditos governamentais, apoiando-se em argumentos falsos sobre a conduta das relações entre os dois países. Se desenvolveu uma retórica anti-cubana nos altos níveis do governo do Brasil, sem nenhuma justificativa. Isto prejudica as relações”, ressaltou Monzón. 

PUBLICIDADE

“Nossas Embaixadas estão neste momento a nível de Encarregado de Negócios, o que indica o empobrecimento no estado das nossas relações. Esperamos que esta situação seja resolvida”, completou o diplomata. Apesar disso, ele ressalta que “Cuba e Brasil mantêm as relações comerciais e os investimentos, apesar da situação anterior que as afeta. Mesmo com as difíceis condições impostas pelo duro e criminal bloqueio econômico, comercial e financeiro dos EEUU, Cuba mantem relações comerciais com mais de 80 países de todo o mundo”.  

Monzón observa que o intercâmbio comercial entre as duas nações caiu nos últimos anos, mas o Brasil se mantém como “um dos principais parceiros comerciais de Cuba (entre os 10 primeiros), sendo o 3º dentro da região da América Latina, e um dos primeiros fornecedores de alimentos em geral”.

PUBLICIDADE

Ainda de acordo com o cônsul, Cuba já tem um  novo embaixador cubano em Brasília “na condição de Encarregado de Negócios. Seu nome é Adolfo Curbelo”.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

PUBLICIDADE

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email