Coreia do Norte anuncia retomada de testes nucleares

A República Popular Democrática da Coreia vai voltar a realizar testes nucleares, apesar das sanções unilaterais dos Estados Unidos e das restrições impostas pela ONU. O governo de Kim Jong Un, que desde 2018 apostou no diálogo com os EUA, decidiu não esperar mais o cumprimento das promessas por parte de Trump

Kim Jong Un, líder da Coreia do Norte
Kim Jong Un, líder da Coreia do Norte (Foto: Ilya Pitalev/Sputnik)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O líder norte-coreano, Kim Jong-un, declarou que Pyongyang está abandonando as moratórias em testes de mísseis balísticos nucleares e intercontinentais, informou a mídia estatal nesta quarta-feira (31). 

"Não há motivo para ficarmos unilateralmente presos ao compromisso", disse Kim à KCNA. "O mundo testemunhará uma nova arma estratégica a ser possuída pela República Popular Democrática da Coreia no futuro próximo", relata a Sputnik

Kim declarou em 2018 que a Coreia do Norte não precisava mais de testes nucleares ou de mísseis balísticos intercontinentais. Esta nova declaração pode resultar no comprometimento da diplomacia nuclear dos últimos dois anos entre Pyongyang e Washington.  

A negociação entre os dois países está praticamente em um impasse desde a cúpula de Hanói, em fevereiro do ano passado, e os norte-coreanos disseram que os Estados Unidos teriam até o final do ano para retomar as negociações sobre o programa nuclear, ou o país adotaria um "novo caminho".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247