Coreia do Norte diz que EUA estão tomando medidas perigosas na região

Um porta-voz norte-coreano disse nesta quinta-feira (22) que um teste recente dos Estados Unidos com mísseis de cruzeiro de médio alcance e os planos para destacar aviões de guerra F-35 e outros equipamentos militares para a península coreana são medidas perigosas que podem criar uma “guerra fria” na região

O líder norte-coreano Kim Jong Un
O líder norte-coreano Kim Jong Un (Foto: KCNA)

Reuters - Um porta-voz norte-coreano disse na quinta-feira  (22) que um teste recente dos Estados Unidos com mísseis de cruzeiro de médio alcance e os planos para destacar aviões de guerra F-35 e outros equipamentos militares para a península coreana são medidas perigosas que podem criar uma “guerra fria” na região. 

A Coreia do Norte segue irredutível na posição para resolver todas as suas questões através de diálogo e negociações, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, mas “o diálogo acompanhado de ameaças militares não nos interessa”, de acordo com o veículo de imprensa estatal KCNA. 

“Manobras militares incomuns e perigosas estão agora no horizonte, o que poderia provocar uma nova guerra fria na Península Coreana e na região”, disse a nota. 

Negociações práticas entre os Estados Unidos e Coreia do Norte ainda não foram reiniciadas desde uma paralisação na segunda cúpula entre o presidente norte-americano Donald Trump e o líder norte-coreano, Kim Jong Un, em Hanói, em fevereiro. 

Trump e Kim se encontraram em junho novamente na fronteira entre as Coreias e concordaram em retomar as negociações. 

O enviado norte-americano Stephen Biegun, que lidera negociações com a Coreia do Norte, está em Seul após uma parada no Japão para discutir a desnuclearização da Coreia do Norte. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247