Daniel Ortega diz que ações dos EUA e da UE são crimes de guerra

Em reunião de cúpula da Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América (Alba), o presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, considera crimes de guerra as ações dos EUA e da União Europeia em relação aos países com governos não controlados pelos norte-americanos

Daniel Ortega diz que ações dos EUA e da UE são crimes de guerra
Daniel Ortega diz que ações dos EUA e da UE são crimes de guerra

247, com Sputnik - O presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, considera crimes de guerra as ações dos EUA e da União Europeia em relação aos países com governos não controlados pelos norte-americanos. A declaração foi feita nesta sexta-feira (14), durante a cúpula da Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (Alba), em Havana.

"Todas as essas ações, esses ataques que se realizam no mundo por parte das potências norte-americana e europeias, não têm qualquer fundamento jurídico ou legitimidade. São crimes de guerra", diz Ortega.

Segundo o líder nicaraguense, a política de intervencionismo dos EUA contra a Venezuela representa desrespeito ao direito internacional. O mesmo se refere a Cuba.

"Apesar da maioria esmagadora, quando 98% dos países da ONU votaram por parar o bloqueio a Cuba, a potência norte-americana não cumpre isso", disse Ortega.

A Nicarágua também está no alvo de uma ofensiva por parte dos EUA, União Europeia e OEA. Os EUA decidiram impor sanções contra a vice-presidente e primeira-dama nicaraguense Rosário Murillo, bem como contra o conselheiro de Segurança Nacional Nestor Moncada por suposta corrupção e violações de direitos humanos. Posteriormente, instaram a comunidade internacional a se juntar às restrições.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247