Diante de eleições nos EUA, Bolsonaro assinará manifesto antiaborto com Trump

O manifesto ainda ressalta "a prioridade essencial de proteger o direito à vida, comprometendo-nos a esforços coordenados em fóruns multilaterais"

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo Jair Bolsonaro irá assinar uma declaração com o governo norte-americano de Donald Trump em defesa da "família" e da "vida", num texto contra o aborto, segundo o colunista Jamil Chade, no UOL.

O evento ocorrerá no dia 22 de outubro, poucos dias antes das eleições nos Estados Unidos em que Trump busca a reeleição. Junto com o Brasil, também participarão do manifesto os governos de direita da Hungria, do Egito e da Indonésia.

A declaração diz que "em nenhum caso o aborto deve ser promovido como método de planejamento familiar " e que "quaisquer medidas ou mudanças relacionadas ao aborto dentro do sistema de saúde só podem ser determinadas em nível nacional ou local de acordo com o processo legislativo nacional".

O manifesto ainda ressalta "a prioridade essencial de proteger o direito à vida, comprometendo-nos a esforços coordenados em fóruns multilaterais". "Não há direito internacional ao aborto, nem qualquer obrigação internacional por parte dos Estados de financiar ou facilitar o aborto, consistente com o consenso internacional de longa data de que cada nação tem o direito soberano de implementar programas e atividades consistentes com suas leis e políticas", continua o texto.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247