Dias antes do 2º turno, papa Francisco manda mensagem ao Brasil: 'que Nossa Senhora Aparecida livre o Brasil do ódio'

Declaração chega duas semanas depois de bolsonaristas terem causado tumulto no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil

www.brasil247.com -
(Foto: Ricardo Stuckert)


(ANSA) - O papa Francisco afirmou nesta quarta-feira (26) que reza para que o povo do Brasil fique livre do ódio, da intolerância e da violência.

A declaração chega duas semanas depois de militantes bolsonaristas terem causado tumulto no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, e a quatro dias do segundo turno das eleições presidenciais.

 "Rezo para que Nossa Senhora Aparecida proteja e cuide do povo brasileiro, para que o libere do ódio, da intolerância e da violência", afirmou Francisco durante sua audiência geral na Praça São Pedro, Vaticano.

O Papa também mencionou a recente beatificação de Benigna Cardoso da Silva, jovem católica assassinada em 24 de outubro de 1941, aos 13 anos de idade, durante uma tentativa de estupro.

 "Saúdo os peregrinos de língua portuguesa, em especial os que vieram de São Salvador da Bahia, Anicuns, Taubaté e São Paulo. Queridos irmãos e irmãs, anteontem, em Crato, no estado brasileiro do Ceará, foi beatificada Benigna Cardoso da Silva, uma jovem mártir que, seguindo a palavra de Deus, manteve pura a sua vida, defendendo a sua dignidade", disse o líder da Igreja Católica.

 "Que o seu exemplo nos ajude a ser generosos discípulos de Cristo. Um aplauso à nova beata", acrescentou.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247