"Dirigentes confundem soberania com agressividade", diz Macron sobre Bolsonaro

“Somos um país soberano quando aceitamos com alegria e gentileza a solidariedade internacional, porque é um sinal de amizade”, cutucou o presidente francês Emmanuel Macron, sem citar nominalmente Jair Bolsonaro

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Sem citar Jair Bolsonaro, o presidente da França, Emmanuel Macron, chamou de “erro profundo” a postura hostil adotada pelo brasileiro e disse que ele confunde soberania com "agressividade".

“A Amazônia é estratégica para o mundo inteiro, tanto em termos de aquecimento global quanto de biodiversidade”, enfatizou o presidente francês. “Nesse sentido, notei as inquietudes, a falta de tato de alguns dirigentes, ao considerarem que soberania, no fundo, era agressividade”, completou.

As declarações de Macron foram feita em discurso a embaixadores nesta terça-feira (27). “Somos um país soberano quando aceitamos com alegria e gentileza a solidariedade internacional, porque é um sinal de amizade”, cutucou.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247