Em conversa com Trump, Obrador defende medidas nacionalistas

O recém-eleito presidente do México Andrés Manuel López Obrador relatou ter recebido um telefonema do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump; "Eu propus explorar um acordo abrangente, de projetos de desenvolvimento que geram empregos no México e, com isso, reduzem a migração e melhoram a segurança", defendeu

Em conversa com Trump, Obrador defende medidas nacionalistas
Em conversa com Trump, Obrador defende medidas nacionalistas (Foto: Reuters)

247 - O recém-eleito presidente do México Andrés Manuel López Obrador, responsável pela vitória histórica da esquerda no País, relatou no Twitter ter recebido uma ligação do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e disse que propôs ações nacionalistas para conter a violência e a imigração. 

"Recebi um telefonema de Donald Trump e conversamos por meia hora. Eu propus explorar um acordo abrangente, de projetos de desenvolvimento que gerem empregos no México e, com isso, reduzam a migração e melhorem a segurança. Houve tratamento respeitoso e nossos representantes vão conversar", relatou. 

Trump elogiou o telefonema a jornalistas e disse acreditar que "Obrador vai tentar nos ajudar com a fronteira". 

O presidente do EUA refere-se as políticas de tolerância zero de migração do seu governo, que separa crianças de suas famílias e tem como proposta a construção de um muro na fronteira dos EUA e México. 

Especialistas afirmam que Obrador terá uma postura de atuar prezando pelos interesses mexicanos, ao contrário dos governos anteriores que promoveram décadas de escalada neoliberal e submissão ao governo Trump. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247