Em meio a desgaste, Itamaraty cancela reunião com autoridades iranianas

Cancelamento da reunião acontece apenas três dias após o Irã convocar o Brasil a explicar o apoio ao ataque de Donald Trump que matou general iraniano. Governo brasileiro diz que prefere esperar o retorno do embaixador Rodrigo Azeredo em Teerã, que está em férias, para realizar a reunião, que já estava marcada

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Apenas três dias após o Irã convocar a encarregada de negócios da embaixada brasileira em Teerã, Maria Cristina Lopes, para explicar o apoio do governo Jair Bolsonaro ao ataque norte-americano que matou um alto oficial iraniano, o Itamaraty suspendeu uma reunião agendada previamente com autoridades do país alegando que o "o atual momento é delicado". A ordem agora é esperar o retorno do embaixador Rodrigo Azeredo, que está de férias, ao país. 

Oficialmente a reunião serviria para discutir aspectos gerais, com foco maior na área de cultura. Diante da escalada da tensão, contudo, o governo brasileiro optou por adiar a conversa. "A reunião para tratar de temas culturais estava agendada e foi adiada a pedido do Brasil, no entendimento de que o atual momento é delicado. O assunto será reanalisado oportunamente, quando do regresso do Embaixador do Brasil em Teerã ao posto, e uma nova data para o encontro deverá ser agendada", disse o Ministério de Relações Exteriores ao Broadcast Político do jornal O Estado de S. Paulo

Além do apoio inicial do Itamaraty aos EUA – explicitado por meio de nota expedida poucas horas após o ataque que matou o general Qasem Soleimani – Jair Bolsonaro também qualificou o militar como “terrorista”. Diante da reação iraniana, contudo, tanto a chancelaria brasileira como Bolsonaro amenizaram o tom adotado inicialmente contra o país do Oriente Médio. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247