Equador anunciará neste fim de semana resultados eleitorais finais

Andrés Arauz, candidato progressista da União para a Esperança (Unes), apoiado pelo ex-presidente Rafael Correa, aguarda quem será seu adversário no segundo turno no dia 11 de abril

Andrés Arauz
Andrés Arauz (Foto: Twitter/Andrés Arauz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) do Equador anunciou esta quinta-feira que o resultado oficial do primeiro turno eleitoral realizado no dia 7 de fevereiro, vencido pelo candidato correista Andrés Arauz, poderá ser divulgado neste fim de semana.

Em declarações aos meios de comunicação, a presidente do Conselho Nacional Eleitoral do Equador, Diana Atamaint, indicou que os resultados oficiais das eleições presidenciais poderão ser anunciados neste fim de semana.

“Vamos cumprir o calendário eleitoral programado de acordo com a lei e a Constituição. Enquanto CNE, agimos com responsabilidade e garantimos que as novas autoridades tomarão posse nas datas previstas”, disse a responsável.

Atamaint defendeu a transparência com que têm trabalhado não só os administradores, "mas também os mais de 40 mil membros da Mesa Receptora de Voto que fizeram a contagem dos votos e lavraram a ata".

O presidente da CNE assegurou que após a divulgação dos resultados eleitorais do primeiro turno, os candidatos ou organizações políticas poderão interpor as ações judiciais que a lei instituir, caso não sejam cumpridos.

Arauz, candidato à presidência da aliança de oposição União pela Esperança (Unes), venceu o primeiro turno eleitoral com 32,70% dos votos e aguarda seu candidato ao segundo turno, previsto para o próximo dia 11 de abril.

Seu rival virá do banqueiro Guillermo Lasso, da aliança CREO-PSC, e Yaku Pérez, do partido indigenista Pachakutik, empatados tecnicamente em segundo lugar com 19,66 e 19,61 por cento dos votos expressos, respectivamente, segundo a contagem oficial preliminar, informa a Telesul.

O vencedor do segundo turno eleitoral assumirá a presidência do Equador no dia 24 de maio para o período de 2021-2025.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email