Espanha afirma que Leopoldo Lopez não pode pedir asilo da sua embaixada

O ministro das Relações Exteriores da Espanha, Josep Borrell, afirmou que Leopoldo López, conspirador foragido na Venezuela desde 1º de maio, não pode pedir asilo político na embaixada da Espanha em Caracas; Borrell afirmou que López pode permanecer na residência do embaixador espanhol na Venezuela, mas sem a possibilidade de apresentar um pedido de asilo

Espanha afirma que Leopoldo Lopez não pode pedir asilo da sua embaixada
Espanha afirma que Leopoldo Lopez não pode pedir asilo da sua embaixada

247 - O ministro das Relações Exteriores da Espanha, Josep Borrell, afirmou que Leopoldo López, conspirador foragido na Venezuela desde 1º de maio, não pode pedir asilo político na embaixada da Espanha em Caracas. Borrell afirmou que López pode permanecer na residência do embaixador espanhol na Venezuela, mas sem a possibilidade de apresentar um pedido de asilo.

Borrell disse: "houve muita confusão sobre as condições nas quais ele estava, se ele tinha pedido asilo. Ficou claro que, de acordo com a nossa legislação, o asilo político só pode ser pedido quando se chega a território espanhol, e isso também vale para Leopoldo López."

A reportagem do jornal O Estado de S. Paulo destaca que "Leopoldo López, sua esposa, Lilian Tintori, e a filha de ambos, de apenas 15 meses, estão na residência do embaixador espanhol na Venezuela depois que o líder opositor foi libertado por militares enquanto cumpria pena de quase 14 anos de prisão em regime domiciliar."

E acrescenta: "segundo o ministro, embora a representação diplomática seja 'território espanhol para efeito de inviolabilidade territorial, não é considerada território espanhol com a finalidade de pedir asilo', o que só seria possível caso ele pisasse efetivamente em solo espanhol."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247